Foto Tiro de Rifle1 Foto de Paulo R. Oliveira Foto Tiro de Rifle3 Foto de Paulo R. Oliveira Foto Tiro de Rifle5 Foto de Paulo R. Oliveira Foto Tiro de Rifle7 Foto de Paulo R. Oliveira Foto Tiro de Rifle9 Foto Tiro de Rifle10

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE TIRO PRÁTICO

1987

14 de agosto

 Fundação da Federação Gaúcha de Tiro Prático

 Reuniram-se para essa Assembléia, os seguintes Clubes: Tiro 4 - Clube Gaúcho de Caça e Tiro, por seu presidente Júlio Luiz Pereira Morandi; Clube Esportivo de Tiro, por seu presidente Marco Antonio Baptista da Silva; Sociedade de Caça e Pesca Alto Petrópolis – SOCAPESCA, por seu presidente Celso Nestor Schneider, estando presentes ainda os senhores Edson Garrastazu Almeida e José Henrique Gomes Salgado Martins.

Na Assembléia ficou estabelecido que a nova Federação abrangeria as modalidades de tiro IPSC, NRA, Tiro aos Gongos, Silhuetas Metálicas, Pistola Desportiva Mexicana, bem como qualquer outra modalidade de tiro que apresentasse as características de tiro prático que viesse a ser criada.

Na mesma oportunidade foi aprovado o ESTATUTO que regeria os destinos da Federação

Sua primeira Diretoria foi composta pelos Srs. Edson Garrastazu Almeida – Presidente, Renato Dantas – Vice, José Henrique Gomes Salgado Martins – Secretário, Carlos Alberto da Silveira – Tesoureiro e Francisco Carlos Garcia Villar – Diretor Técnico.

1988

12 de dezembro

A Federação foi aprovada pelo Conselho Nacional de Desportos e no dia seguinte obteve a homologação do Ministro da Educação;

1989

15 de junho

Obteve o Alvará do Conselho Regional de Desportos/RS, de nº 717/89

13 de julho

Obteve registro no SFPC-3 da 3ª Região Militar sob nº394

Neste mesmo ano, em que obteve o registro no SFPC-3, a Federação Gaúcha de Tiro Prático, aliando-se com a Federação Paranaense de Tiro Prático e a Federação Paulista de Tiro Prático, fundaram a Associação Brasileira de Tiro Prático.

1992

25 de abril

Em Assembléia Geral Extraordinária, em que participaram dez (10) Federações, dentre elas a Gaúcha, foi fundada a Confederação Brasileira de Tiro Prático, com a finalidade de reger o tiro prático no Brasil.

Hoje já são 23 as Federações, que filiam cerca de 303 clubes e aproximadamente 4.218 atletas do tiro, consoante dados da própria CBTP. Neste total, a Federação Gaúcha de Tiro Prático contribui com 33 clubes e 533 atiradores filiados